domingo, 2 de outubro de 2011

Razões


A quase 5 anos atrás um gatinho sujo, magro e assustado apareceu na lixeira do meu prédio. 

Ele sofreu com a fome e maus-tratos até que finalmente pudesse ter um lar para chamar de seu. 

Por causa desse único gato eu assumi de vez o meu papel social para melhorar a vida desses animais que não tem ninguém para zelar por eles. 

Desde que o adotei, resgatei gatinhos de situações de risco, utilizando altos padrões de qualidade para o seu manejo , castrando-os e doando-os a lares responsáveis. Direta ou indiretamente, aproximadamente 80 animais foram ajudados, sem nenhum tipo de apoio financeiro governamental. 

Após uma viagem ao Canadá e participação em um seminário na Humane Society sobre o grande impacto positivo e a curto prazo do C.E.D, resolvi finalizar os resgates e focar na castração desses felinos urbanos, evitando que mais filhotes sejam vitimas do abandono. 

Meu desejo é que nenhum outro gatinho seja vitima das tristezas que o meu sofreu.

Será uma tarefa árdua. 
Mas o bem estar desses animais é dever de toda a sociedade, afinal eles não pediram para sofrer nas ruas. 
E eu escolhi não manter meus braços cruzados. 



"Lutei em diversas guerras. Algumas por território, outras por poder e algumas por glória. 
Mas lutar por amor faz mais sentido do que todo o resto.
~ Tróia

Um comentário:

  1. Looking at all these numbers and stories behind them, Otávia, makes me have so much respect for you and your project! You are doing the best work somebody can do. Thank you!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.